Melhore sua Coluna

Dores Musculares

por Erica Cristina 0

Não é segredo que as dores musculares, muitas das vezes, aparecem no indivíduo por não saber realizar os exercícios corretamente. É comum inclusive essas dores aparecerem sempre depois de uma sessão de treino, sendo de corrida, de fortalecimento muscular ou de qualquer outro treinamento.

O importante é que qualquer que seja o treino, o atleta necessita fazer o alongamento correto. Caso contrário, ele pode sentir uma sensação de que a musculatura mais exigida está totalmente “travada”.

No momento do exercício, o atleta não irá sentir nada. Mas, depois de algumas horas ou no dia seguinte, as dores musculares irão se apresentar. Algumas informações sobre essa doença são bastante estudadas pela ciência do esporte, fazendo que remédios como relaxantes sejam usados para combater as dores musculares.

Alguns profissionais dizem que os exercícios mais comuns para provocar tais dores estão todos localizados em uma academia. Levantar pesos sem ter alguém para orientar, é um dos principais aliados para provocar dores pela região do corpo. Além disso, correr uma maratona sem se preparar também é um grande problema.

Na academia ou em uma maratona, se o indivíduo não tiver um bom preparo físico, a certeza de que no outro dia ou em algumas horas, as dores musculares irão se apresentar de forma dolorosa.

Relaxantes Musculares mais Indicados

Com uma demanda de cremes, pomadas e cápsulas específicas, as dores musculares estão com os dias contados. Por possuir uma variedade de produtos, alguns desses medicamentos não podem ser utilizados. Acredita-se, que eles são apenas para piorar a situação da pessoa, trazendo graves riscos a saúde.

Por esses motivos que, quando houver dores musculares, você deve primeiro procurar um especialista. Desse modo, irá evitar problemas futuros. Existem diversos tipos de relaxantes musculares, sendo:

  • Relaxantes musculares de ação central;
  • Relaxantes musculares de ação periférica;
  • Relaxantes musculares de ação direta no músculo.

Além desses, os mais utilizados e mais conhecidos são a fenilbutasona, a carisoprodol e o tiocolchisídeo. Contudo, é sempre bom alertá-lo, que antes de tomar qualquer decisão é necessário ouvir um especialista da saúde. Além disso, é sempre bom ler as indicações e contraindicações que o tal remédio oferece. Lembrando, que alguns deles podem trazer efeitos secundários indesejáveis.

Melhore sua Coluna

Faça um comentário

Seu endereço de e-mail não será publicado.

Use tags HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>